Em dezembro de 2013 os prefeitos do território Quiriri (com apoio da Aliança Paraná Sustentável), aprovaram a adesão de nossas cidades ao Pacto Global da ONU com o compromisso de apoiar seus dez princípios em matéria de direitos humanos, direitos do trabalho, meio ambiente e combate à corrupção usando como ferramenta os Círculos da Sustentabilidade do Programa de Cidades da ONU.O método desenvolvido em Melbourne utilizado para avaliar a sustentabilidade e proposto pela equipe do professor Paul James , da Universidade de Western Sydney, Austrália , conta com a participação direta do engenheiro Eduardo Manuel Araujo que nos acompanha pelo Centro de Inovação hospedado no Laboratório de Sincronicidade da PUC, Paraná.  A inovação do método que muda o paradigma dos estudos urbanos pela promoção da visão holística e integrada da vida urbana foi considerado um excelente ferramental como subsídio para tomada de decisões desde quando apresentada aos prefeitos em dezembro de 2013 que, na mesma data, aprovaram tal formato de trabalho. A ideia de desenvolver o retrato local das cidades do CIQ pelos circulos da sustentabilidade (entendidos como representação da metodologia na leitura local em quatro segmentos: politico, cultural, ecológico e econômico), permeia o processo desde sua origem.

Em dezembro de 2015 o grupo de pesquisa “Design em Território” do Campus da UNC de Rio Negrinho,  vinculado ao CNPQ e sob coordenação da Professora Malis M. L. Keil , inicia aplicação da metodologia dos Círculos da Sustentabilidade visando prever ações futuras e orientar projetos para os territórios analisados. A análise iniciou-se no território de SBS.

Consórcio QuiririCirculos da Sustentabilidade

Entre em contato